“Podemos vender nosso tempo, mas nāo podemos comprá-lo de volta.”

Precisam de títulos. Meras palavras que designam o que ambicionam, sem lutar, sem saber que sem pedir, alguém ocupa o lugar do título, sem sequer o requerer. Porque são actos que fazem de nós o que por vezes nem sabemos que somos, nem nos dizem que nos assim vêm, não sabemos. E quem os pretende, esses desalinhados que apenas julgam merecê-lo, desenganem-se. Desenganemos-nos nós também, que não lhe atribuindo o título, gostaríamos que o merecessem... no nosso íntimo somos assim: almejamos que nos procurem, nos queiram, desejem e provem, e nos levem consigo nos seus corações, almas, mentes e corpos.
Desencontros de alma, de personalidades, de afetos, que em si só têm um destino: ser só.
Só um, só, consigo, entre suas mágoas, sucessos, desilusões e conquistas.
Ser uno, indivisível... mas perder-se a sua essência, pois só de um... não crescem novas flores.

A acumular....

"deve estar a acumular, só pode!"

A minha motivação, é esta. De que, tudo o que eu (acho) que mereço, está a acumular para aparecer em grande. É que por enquanto, acumulam-se as coisas más, e ja começo a ficar cansada. Será uma prova à minha resistência para ver se eu mereço? Ou serei eu, que faço ou sou algo que incomoda os outros sem me dar conta? Há dias de clarividência, há outros de dúvida existencial. Os últimos têm abundado...

13 costuma ser o meu dia, costumam ser os meus dias de sorte. Mas até isso mudou. Este fica para a história como um dos piores de sempre... Nem sei bem ainda como avaliar.

Por isso só me resta acreditar, que se está a acumular, e a acumular, e a acumular, para quando aparecer, ser em grande. Se assim for, tás desculpado destino, já que esse é a minha forma de estar. Quando se faz, faz-se em condições, da forma certa, honesta e justamente, e de preferência à grande!





E assim fico, na expectativa e a aguardar o resultado de anos de acumulação! :)
E ao falar com amigos, também merecedores, que se debatem com mesmos problemas e dilemas, sorrio e digo: - Está a acumular, só pode!




Ainda a filha da putisse (será assim que se escreve?!)

Putisse é um nome engraçado, porventura poderia ser utilizado como próprio:
- Ó Putisse anda cá, filha!

Whatever, eu quero esse substantivo, é bem longe. Mas a propósito do mesmo, terei que passar os próximos tempos a representar um outro conceito que desprezo, e muito: O Cinismo.

Ora se teatro é uma arte, o casting para a representação deveria ser realizado entre esses, os Cínicos. E com isto não me estou a candidatar ao emprego de actor, apenas por força das circunstâncias terei que recorrer a essa arte, pela qual nutro um desprêzo vil, mas que tantos frutos dá.

Perdoai-me o céu, pela minha incursão, ainda que transitória, a esse mundo da representação, vulgo cinismo. Mas há forças maiores, e eu, preservando a amizade, e respeito-a com todo o meu ser, nunca a poria em causa. Para tal... engulo o sapo e liberto o cínico.

Vão ser aulas de experiência maravilhosas, apontarei os resultados e quem sabe com isso não terei, posto em prática e no terreno, o método ciêntifico, que me permitirá concluir o óbvio:

Hipótese: Haverá relação entre o cinismo e resultados proveitosos de enaltecimento de uma amizade?

Na melhor das hipóteses, sedimentarei algo que sei à partida que vou rejeitar no fim: ligação fortalecida com o Sujeito mal-xeiroso do sovaco.
Apurarei as minhas qualidades de actor, quem sabe, depois de tudo isto, algum público ainda aplauda a minha representação!

"O prazer é a mais nobre função da actividade teatral."  - E o meu no fim será orgásmico! FDP!!!
Bertold Brecht

PEDRO o Mentiroso....


Quem diria que esta personagem passado uns anos....
Pedro o mentiroso.......
Faria tanto sentido!

Gente que xeira mal...

Daqueles pequeninos e muito fingidos. Toda a gente os adora, são os melhores, os mais amigos... de todos! Até que um dia são mais amigos de uns... do que de outros. E aí já não importam uns amigos.
É espezinhar até ao limite, só porque sim, porque "somos" invejosos. Porque como "somos" mal sucedidos, os outros têm que o ser, porque como "somos" infelizes... teremos que fazer para que os outros sejam!

E eu que me tenho por tão perspicaz...sabendo-o, desconhecia até que ponto "somos" capazes de tanto, por nada.

Estes são os que xeiram mal, que apodrecem o sistema. Aqui, neste contexto, são duplamente aromáticos já que o sujeito em si, cheira mesmo mal. Do sovaco! Lembrando Eça, adaptando ao contexto:

"Este Sujeito não cairá porque não é um edifício, sairá com benzina porque é uma nódoa"

*no original: Governo
Eça de Queirós in O conde D'Abranhos.


David(e)

Em hebraico: דוד, literalmente "querido", "amado"!
E é mesmo assim que é, muito querido, muito amado e muito desejado!


A vida dá muitas voltas!

Destas voltas não estava minimamente á espera....
Vamos ver quem ganha!

Há dias assim... este foi o último.

  • - não tens vontade de falar cmg pois não?
  • - Não tenho muita, é verdade
  • - ok, não te chateio mais então
  • fica bem

A Felicidade da Ignorância

Felizes são os ignorantes em que a felicidade lhes chega por meio do nada.
Ignorantes são aqueles que a buscam no conhecimento.
Infelizes os que alcançam o conhecimento do amor, pois conhcedores dos seus contornos, não lhes chega a felicidade pelo meio do nada.

A M O R

Porque ele (A M O R ) não se esgota num só, aqui deixo um bombom para todos e todas as coisas que eu amo: Happy Valentine's Day!


My Valentine is in Paris




Aqui, no meu cantinho, no meu conforto das palavras deixo-te a minha saudade tão portuguesa.
Amo-te em português, mas em francês também!
Feliz dia dos namorados :)


Objetos de desejo

Este não é um fashionblog.

A ser caracterizado, estaria provavelmente na categoria de escárnio e maldizer (que é afinal, onde eu, magia em pó,  me sinto em casa!).

Mas o género feminino tem destas coisas e aqui ficam alguns objetos de desejo, não de fim-de-semana como nos fashionblog - pois na semana seguinte já compram, lol - mas desejos com eventual resolução de estação, que podem nem se cumprir, ou ter apenas um fim delicioso nos saldos de verão. Sim leram bem, de verão!








Eu tou no osso mas eu não me canso, tá na hora de Afogar o ... "ganso"?!

Afogar o ganso. Não, não se trata de um lapso.

Comumente poderia soar a deboche, mas aqui pretende-se efectivamente abafar o pato. 

Afogar, abafar, esganar, asfixiar, o que melhor vos aprouver. Se possível, transformaria o referido "galináceo" num autêntico foi gras Gourmet. Traduzindo para míudos - não de pato!-, era encher-lhe o papo de milho.

E se merecia? Uma homenagem, poderia ver-se assim. Homenagem a um "pato" cujas veias transportam sangue azul, ou caso assim não seja, pelo menos assim se comporta, tal não é o seu discernimento neurológico.

E que melhor destino a dar a um "pato" snobe e parcial, do que trasnformá-lo em foi gras, a última iguaria Gourmet com penas?! Nenhum. Concordo. Então é enfiar-lhe um .... pela goela abaixo!

Desejos de fim de ano

Para 2014...











E vocês? Quais os vossos desejos?!

Desejos de um excelente ano, com muita magia em pó :)

Actualização número três: Há sempre espaço para aprender...

Mais uma língua :)

благодаря - blagodarya - obrigado
добър ден - dobŭr den - boa tarde
Kak cte - Kak ste - como está?
Здравейте - Zdraveĭte - olá

para os mais incautos... Banitsa, Merci!!! ;)




Actualização número dois: E já lá vão...

Três!!! Anos de mau caminho, de noites mal dormidas, de papel acumulado em casa e de roubar tempo à família. Passa verdadeiramente num instante e daqui a faltarem outros três, espero eu, que seja um bocadinho assim.




Actualização número um: O meu sorriso...

CRESCEU!!!

Timeless

Porque há tanto para contar em tão poucas palavras!
Vou passando por aqui deixando pequenas fatias de uns meses cheios de emoção.
Ficaram os Muse, voltam estes, porque no entretanto também passaram pelo meu caminho ;)

Alive!

Porque este blogue nasce e renasce como quem ouve Nina.
Aqui em versão MUSE.
Muito boa, mas não há palavras que consigam descrever o que o vídeo também só vai tentar.

Os Homens são de Marte, as Mulheres de Vénus


Pertencente a Júpiter.
Marte, parece ser a origem.
Guerreira, a virtude.
Marte é Romano, serás tu?! De Roma talvez, mas sempre da Natureza. E também um pouco minha!
Parabéns :)

Updates @ Pó de Açucar

            LOADING

Três décimas

É a linha que separa entre estar feliz... ou estar de rastos
É a linha que separa entre o descanso... e a exaustão
É a linha que separa entre o arrependimento... e a consciência
É a linha que separa entre um sorriso enorme... de lágrimas sentidas
É a linha que separa entre a razão... do coração

Dormi, chorei e não veio a fome.
Agora vou comer, dormir e esperar que não venha a tristeza...

Momento ordinário do dia

Nunca o proferi, mas se o voltarem a merecer hei-de arranjar coragem:

(Cenário: magia em pó para o(a) colega de trabalho / chefe)


- Eu sou muito boa na cama, por isso se me está a tentar "foder" vai ter que fazer muito melhor que isso!


Oh my god, mas que orgasmo mental seria!

P.S.: Lembrei-me a propósito de uns/umas filhos(as) da fruta que andam por aí a lixar quem eu gosto.

Linha...

Há uma ténue linha que separa uma amizade sublime, de um momento etéreo e sem escrúpulos.
É a chamada filha da puta.

Este blogue não gosta de se repetir. Diferindo o visado, difere a intenção.
Porque há merdas que se repetem.


The F word

I can't stand the rain...

Por cada minuto, cada segundo, cada momento vivido, sei que o pesar de adiar objectivos por bons momentos justifica cada pensamento de consciência pesada.

Por cada palavra, cada abraço, beijo - nem que seja para comemorar a data assinalável mundialmente - vale o significado que tem: conforto, carinho, entrega e Amor.

Por cada pedaço... de irresponsabilidade, há uma alegria que contagia.

Por tudo isto, porque adoro a vida, porque por mais contrariedades que tenha, há momentos em que agradeço por:

- Todos os minutos que perdi ao espelho comigo de manhã, por uma pontualidade ridícula.
- Todos os 20, 19 e 18 que não tive, por me demorar na amizade.
- Todas as horas que não dormi, para cumprir um encontro.
- Todas as calorias por me presentear com um doce.
- Todos os beijos que não tive, por respeitar o Amor.
- Todos os metros percorridos para surpreender quem Amo.
...

Porque o sol brilha lá fora, mas o meu coração ficou em choque cá dentro.
Raios.........!

Sempre os morangos

Sair tarde do trabalho começa  a ser sinonimo de passar no supermercado "lanchar".  E assim lá foram dois ou três itens para o cesto. Ainda no caminho para casa - curto caminho - um aroma a pão fresco acabado de sair do forno tentou-me. De tal forma que não me foi possível resistir. E assim caí na tentação! Pão com dentes só pelo prazer do aroma ter chegado a mim.

Não seria assinalável, caso não me fizesse lembrar do mesmo efeito aroma numa circunstância totalmente insólita.

Sem saber precisar - diria mais coisa menos coisa - há dez anos atrás quatro adolescentes aborrecidos com aquele tempo de espera, que dura entre o almoço e o copo-de-água num casamento, decidem pegar nos seus fatinhos a rigor e matar quilómetros. O Verão fazia-se sentir no seu auge e aliando-se ao vento pregam-lhes uma partida. São abalroados por um mágico aroma a morangos... De onde vem, como é possível, o que é isto? Morangos senhores, morangos. E ali estavam eles, quatro janotas, ainda a meio da cerimónia a arriscar uma nódoa no vestido mais caro do armário, pelo prazer de parar à beira da estrada impelidos pela vontade de tomar aquele aroma e transformá-lo num deleite de sabor! Na volta esperam-lhes fartura de frutas, doces, salgados entre outros, mas nem esse pensamento lhes tomou o lugar daquele aroma.

Sempre os morangos, esses pedaços de mau caminho.

Apetece-me

"faz acontecer que eu faço valer a pena"


Palavra

Mas será que a maioria das pessoas não sabe qual o significado da palavra? É necessário colocar à frente um "de honra". É que quando eu me comprometo, cumpro. Posso ter que me desviar de outros caminhos, alguns bem sedutores, diga-se, mas cumpro. Se me comprometo sem data... normalmente atraso-me. Mas cumpro. Com data, posso até cuspir dentes e sangue para o conseguir... mas vai chegar a horas, nem que seja às 23:59. Se há coisa que me irrita, aliás me deixa fula, aliás capaz de questionar uma relação (seja ela de que tipo for) é combinarem algo, e depois... esquecerem-se assim... do nada. Mas pior é dizerem: "ah não percebi que tinha ficado combinado". Pior, só mesmo quando a iniciativa do combinado surgiu da outra parte. Enfim. Puta que os pariu.

Estatística

Numa distribuição de conhecimentos normal, qual a probabilidade de encontrar uma rosa branca, numa roda, bailando com quem calhar?! Assuma que o número de rosas de cor é em dobro da branca.


Resposta: Zero. Probabilidade de este meu conhecimento ser alvo de pergunta PEM ;)
Odds of being fucked up? 99,99%! (dizima infinita, não periódica)

Entrada com o pé direito

Podia haver coisa melhor para começar o ano, do que uma inundaçãozinha?!
Poder podia, mas não era a mesma coisa!!! Assim começa o meu feliz 2012;)


Desejos... 2012

Para vós: Um sonho, saúde de ferro, amar.


Para mim: Continuar em modo sonho, agradecer saúde, que o amor me encontre!

Elogios

É sempre bom ouvir doces palavras, verdadeiras, ou nem tanto, que nos caracterizem. Gosto de um "estás bonita" "fica-te bem" entre outros adjectivos agradáveis.

Mas ainda assim, não há nada que os meus ouvidos cobicem mais do que um "Sofisticada"!!!
Música meus caros, música...

Arte em pó... de arroz

Memoirs of a Geisha (2005)

Cliché

Por mais que queiramos, não nos deixam afastar deste pensamento:

"O Médico Que Só Sabe de Medicina, Nem De Medicina Sabe"
Abel Salazar

O Pensador - Rodin

Noite das Bruxas

Porque hoje é noite das bruxas...



Eu vou sair à rua!!!

Liberdade em recessão

Porque a honestidade é algo há muito perdida neste Portugal.
Porque eu estou em good mood.
Porque sim.
Porque não paga imposto, não sofre redução, não paga taxas, nem sofre cortes.

E porque a minha liberdade intelectual não está em crise.
Com toda a consideração:

- Fuck you!

E que me desculpem mas eu não vou participar desta "nossa-vossa" crise.
Como se diz na Beira "Tudo em dobro do que me proporcionaram" (adaptado pela magia em pó! lol)

Coração Independente

O meu coração cresceu, e de repente cabe cá imensa gente.








E agora? Será que deixei cair ao chão e baralhei os papéis?

Bem, se por agora sou "homem", há que desfrutar :) 

Poker - happy - face!

Aposto porque o flop é-me favorável. E de repente num turn o meu sorriso esboça-se por entre uma boa mão.... All in. Suspiro para não me deixar arrastar pelas águas do river. E porque me sinto bafejada de boa energia:

- Tu aí. Define joy! (como quem manda)

Define Joy, define joy
just as long as I don't know what's the point
Cry to me, cry to me just as long as I see and it sets me free

'cause we're two stupid sides of the same lie
I still don't know how
you can make me cry

Define joy, define joy
for I know that it's wrong to have a point
so don't say goodbye, don't...say goodbye
for I want you to stay to watch you die

'cause we're two stupid sides of the same lie
I still don't know how
you can make me cry

'cause just when I thought I could feel that it's real is this real? is this real? is this?
Oh, you've come and gone
'cause you can't stop
being who you are
and I can't define my smile

'cause we're two stupid sides of the same lie
I still don't know how
you can make me cry

Aos bocadinhos

Mas porque é que a felicidade também não pode vir aos bocadinhos? O puzzle ia-se completando.... em saborosos pedaços!

Desta forma, que mais do que ceder à tentação da gula e vive-la por completo? Nada.

"Mais vale fazer mal do que estragar"

Feeling Good!


E como não podia deixar de ser... 

 

Borboletas na barriga...

Porque agora e aqui começa um sonho!

Bolinhas de sabão

'Today is a gift from God - that is why it is called the present'